Amsterdã – Holanda

Viagem tranquila e de boas para Amsterdã, meu hostel ficava bem pertinho da estação central da cidade, era só atravessar de ferry e andar 2 quadras, bem tranquilinho.

Normalmente eu passo muito mal em embarcações, mas a travessia aqui era tão curtinha que nem dava tempo de enjoar. Aproveitei a parada no hostel para fazer umas contas, planejar os próximos dias de viagem e também o que eu ia querer ver e fazer em Amsterdã. Nem sempre eu planejo e “deixo rolar”, o que não chega a ser muito esperto da minha parte, mas acaba rendendo algumas boas surpresas, porém aqui quero ter um roteirinho pra não perder nada.

Caderninho na mesa e cervejinha nacional para iniciar o planejamento. O bom é que no final da segunda eu já tô rica, corajosa, com tempo....e cerveja poderosa!
Caderninho na mesa e cervejinha nacional para iniciar o planejamento. O bom é que no final da segunda eu já tô rica, corajosa, com tempo….eeeeeeeeee cerveja poderosa!
Esse aí e o ferry que eu pegava para atravessar da parte norte da cidade para a central, onde ficam as coisas interessantes turisticamente falando.
Mas não fiquei trabalhando muito tempo não, logo saí para bater perna. Esse aí e o ferry que eu pegava para atravessar da parte norte da cidade para a central, onde ficam as coisas interessantes turisticamente falando.
Esse lado aí é o lado norte, onde eu fiquei, logo no prédio atrás desse prédio mais alto. A construção bonita do lado é o xxxx
Esse lado aí é o lado norte, onde eu fiquei, logo no prédio atrás desse prédio mais alto. A construção bonita do lado é o eye film institute.
Esse pavilhão é a estação central de Amsterdã, logo atrás dele fica a parte turística da cidade. E todo dia eu atravessei esse canal
Esse pavilhão é a estação central de Amsterdã, logo atrás dele fica a parte turística da cidade. E todo dia eu atravessei esse canal
E fui andando sem rumo por aí. ...essas construções aí nenhuma sei o que é
E fui andando sem rumo por aí admirando as construções antigas.
20160725_184249
Esse aí tem o nome, fica mais fácil. Achei tão bonito que pensei que fosse um prédio público, mas era shopping.
Agora um fato intrigante sobre lá : as construções são todas tortas. Pra frente, pra trás, pros lados, pra baixo...
Agora um fato intrigante sobre lá : as construções são todas tortas. Pra frente, pra trás, pros lados, pra baixo…da muita agonia de ver. Depois eu descobri que a inclinação pra frente era de propósito para içar móveis pela fachada. Agora para os lados era problema na fundação mesmo.
E se reparar bem vai ver a casa mais estreita da cidade (deve ser do mundo também ).
E se reparar bem vai ver a casa mais estreita da Europa (deve ser do mundo também). A prefeitura por uma época assumiu a construção das fundações devido os problemas de “entortamento” das casas, aí era cobrado um extra pela largura de cada uma, então esse aí devia estar meio sem grana e estreitou bastante.
Aí teve um dia que eu animei pedalar. Tava meio chateada, pois choveu muito no dia seguinte que eu cheguei, nem animei bater perna na cidade, aí só de raiva pensei, vou alugar uma bike e se chover vou tomando chuva pela estrada. Choveu mesmo conforme previsto, mas logo parou, então teve só um pouco de emoção no passeio.
Aí teve um dia que eu animei pedalar. Tava meio chateada, pois choveu muito no dia seguinte que eu cheguei, nem animei bater perna na cidade, aí só de raiva pensei, vou alugar uma bike e se chover vou tomando chuva pela estrada. Choveu mesmo conforme previsto, mas logo parou, então teve só um pouco de emoção no passeio.
A primeira parada do passeio foi numa vila próximo de Amsterdã, onde a recepcionista do hotel falou que tinham casinhas que pareciam de boneca. Avaliem vocês o que acham.
A primeira parada do passeio foi numa vila próximo de Amsterdã, onde a recepcionista do hotel falou que tinham casinhas que pareciam de boneca. Nem tanto né?
Era uma vila de pescadores chamada Dugerdam, fica ao norte de Amsterdã
Era uma vila de pescadores chamada Dugerdam, fica ao norte de Amsterdã
De lá atravessei a ponte e fui rumo ao Vongel Park, que é um dos parques urbanos mais conhecidos da cidade.
De lá atravessei a ponte e fui rumo ao Vondel Park, que é um dos parques urbanos mais conhecidos da cidade.
No caminho fui conhecendo um pouco mais da cidade. Alugar uma bike é sempre um ótimo programa, sempre me divirto e otimizo o passeio,
No caminho fui conhecendo um pouco mais da cidade. Alugar uma bike é sempre um ótimo programa, sempre me divirto e otimizo o passeio.
No caminho tinha esse outro parquinho menos famoso, mas curti passear por dentro dele.
No caminho tinha esse outro parquinho menos famoso, mas curti passear por dentro dele.
No caminho passei também pela região dos museus, esse aí é um antigo e bonitão que eu não sei o nome.
No caminho passei também pela região dos museus.
E tcharam! Esse é o Vondelpark. Tava cheio assim e era dia de semana, imagina final de semana. Ainda não tinha almoçado, então tive a brilhante ideia de comprar uma saladinha e sentar na grama como os locais.
E tcharam! Esse é o Vondelpark. Tava cheio assim e era dia de semana, imagina final de semana. Ainda não tinha almoçado, então tive a brilhante ideia de comprar uma saladinha e sentar na grama como os locais.
O mercado era na região dos museus, aí fiz outro caminho para conhecer novas ruas. Esse museu com cara de banheira ficava do lado do supermercado.
O mercado era na região dos museus, aí fiz outro caminho para conhecer novas ruas. Esse museu com cara de banheira ficava do lado do supermercado, ele é o mesmo da foto de cima.
Depois do almoço dei mais uma voltinha pelo parque e olha que interessante, tinha uma piscina pra criançada!
Depois do almoço dei mais uma voltinha pelo parque e olha que interessante, tinha uma piscina pra criançada!
E dei uma paradinha no mercado de flores para ver como era antes de encerrar o passeio do dia.
E dei uma paradinha no mercado de flores para ver como era antes de encerrar o passeio do dia.
Cada dia de travessia pelo ferry era uma surpresa. Nesse dia tinha esse casal com seus pimpolhos na garupa da bike
Cada dia de travessia pelo ferry era uma surpresa. Nesse dia tinha esse casal com seus pimpolhos na garupa da bike
Esse é o museu onde contam a história da época que a Anne Frank estava escondida com a família (Judeus perseguidos na época do nazismo) escrevendo o seu diário. A fila para comprar o ingresso é gigante!!!! Sorte que comprei meu ingresso antes pela internet e não tive que perder esse tempo precioso.
Esse é o museu onde contam a história da época que a Anne Frank estava escondida com a família (Judeus perseguidos na época do nazismo) escrevendo o seu diário. A fila para comprar o ingresso é gigante!!!! Sorte que comprei meu ingresso antes pela internet e não tive que perder esse tempo precioso.
Essa casa com o térreo pintado de preto que era a casa onde a família dela se escondeu. A história é bastante triste, e eles colocaram muitas fotos, as páginas do diário original e todos os documentos que conseguiram coletar da trajetória deles sendo presos e conduzidos ao campo de concentração. Tive a oportunidade de conhecer uma pessoa que me contou um outro ponto de vista sobre o nazismo, não que ele apoiasse o genocídio, mas segundo ele os judeus prejudicaram financeiramente os não judeus, devido a união entre eles, e por isso varias pessoas na Alemanha passaram a apoiar Hitler. Há até alguma dúvida sobre a veracidade do diário (contam que o pai o escreveu para publicar). Bom, só estou repassando uma
Essa casa com o térreo pintado de preto que era a casa onde a família dela se escondeu. A história é bastante triste, e foi contada através de muitas fotos e videos lá dentro, as páginas do diário original e todos os documentos que conseguiram coletar da trajetória deles sendo presos e conduzidos ao campo de concentração também estão expostos. Eu não consegui me comover muito, pois na Bélgica tive a oportunidade de conhecer uma pessoa que me contou que já foi levantada a suspeita de que a história pode ter sido inventada pelo pai que escreveu o diário para publicá-lo.
Hoje tomei um café da manhã bem de leve para poder aproveitar tudo o que a maior feira aberta da Europa tem para oferecer! No Albert Cuyp Market tem de tudo! Comecei com umas conservas gregas, depois tomei um smothie desses aí de coco, manga e abacaxi.
Hoje tomei um café da manhã bem de leve para poder aproveitar tudo o que a maior feira aberta da Europa tem para oferecer! No Albert Cuyp Market tem de tudo! Comecei com umas conservas gregas, depois tomei um smoothie desses aí de coco, manga e banana.
A comilança não parou aí não, ainda comi um sanduíche de pão sírio com queijo e espinafre (eles dobram que nem crepe) e esse biscoitinho aí recheado de caramelo que tem um tio que faz na hora com a prensa de waffle. Nem preciso dizer que estava uma delícia!
A comilança não parou aí não, ainda comi um sanduíche de pão sírio com queijo e espinafre (eles dobram que nem crepe) e esse biscoitinho aí recheado de caramelo que tem um tio que faz na hora com a prensa de waffle. Nem preciso dizer que estava uma delícia!
A cidade tem vários canais que formam anéis no centro, andar reto lá pode levar a rumos muito diferentes do planejado. Mas sempre interessantes...
A cidade tem vários canais que formam anéis no centro, andar reto lá pode levar a rumos muito diferentes do planejado. Mas sempre interessantes…
Lá algumas drogas que na maioria dos países são proibidas aqui pode consumir. Tem lojas que vendem até semente de maconha caso alguém queira plantar em casa.
Algumas drogas que na maioria dos países são proibidas aqui pode consumir. Tem lojas que vendem até semente de maconha caso alguém queira plantar em casa, são várias opções.
E várias lojas especializadas em cogumelos alucinógenos também. Um colega do albergue interessado no tema me perguntou ao saber que eu era brasileira sobre o Santo Daime. Nem sabia que era famoso assim mundialmente.
E várias lojas especializadas em cogumelos alucinógenos também. Um colega do albergue interessado no tema me perguntou ao saber que eu era brasileira sobre o Santo Daime. Nem sabia que era famoso assim mundialmente.

Sobre essa parte da Holanda ser liberal com drogas e com liberdade sexual (lá as prostitutas são aceitas socialmente e inclusive a igreja católica de lá apoiou a legalização) achei interessante o depoimento do guia do walking tour. O consumo de drogas lá é tão comum, que é algo como o cigarro para os brasileiros, depois que começaram a informar a população sobre o que o cigarro provoca perdemos o interesse. Lá é assim também. Segundo ele contou, nem ele nem seus amigos se interessam por nenhum tipo de droga, a procura por isso lá é mais de turistas e estrangeiros. Sobre a homossexualidade ele compartilhou uma historia pessoal: A sobrinha dele já namorou meninas e meninos e perguntou a ele se ele já tinha namorado homens também, aí ele disse, não, eu sou hétero. Aí ela soltou: como você tem tanta certeza se nunca experimentou, para que se privar da experiência se não há nada que impeça? A questão é interessante, muito moderno o pensamento da nova geração. O guia contou isso quando chegamos nesse ponto aí da visita:

Esse triângulo no chão fica no pátio em frente da igreja do museu da Anne Frank e foi colocado ali pelos católicos. O guia explicou que significa
Esse triângulo no chão fica no pátio em frente à igreja do museu da Anne Frank e foi colocado ali pelos católicos. Dentro está escrito em holandês: “naar vriendschap zulk een mateloos verlangen” que significa  “uma amizade com um desejo tão desmedido”. É um trecho de um poema que trata de homossexualidade e foi usado pela igreja como um tributo aos homossexuais. Lá definitivamente é uma cidade muito evoluída em matéria de respeito aos direitos individuais.

 

E com essa imagem, onde numa pracinha de um bairro residencial é permitido fumar maconha, mas não é permitido beber (veja a outra placa lá atrás), finalizo o post sobre Amsterdã. Depois de 5 dias de muitas informações novas, hora de mudar de ares e conhecer Berlim!
E com essa imagem, onde numa pracinha de um bairro residencial é permitido fumar maconha, mas não é permitido beber (veja a outra placa lá atrás), finalizo o post sobre Amsterdã. Depois de 5 dias de muitas informações novas, hora de mudar de ares e conhecer Berlim!

 

 

 

 

 

 

 

4 ideias sobre “Amsterdã – Holanda”

  1. Emocionado com essa cidade, amor!!! Que bom deve ser passear por Amsterda e ver como funciona uma cidade tão diferente do padrão que estamos acostumados no Brasil! Da alegria saber que existem lugares assim! Adorei o post!!! 😍😍😍

    1. Viajar é bom demais mesmo!!!!! gosto de compartilhar para inspirar pessoas a buscar novos destinos!!!! Que bom que está gostando. Beijos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *